O Poder do Mel! (artigo de jornal)

A apicultura é uma atividade com impactos positivos significativos, tanto sociais como económicos. É uma das atividades mais antigas e importantes do mundo, ligada à produção de mel, geleia real, própolis, cera e pólen.


O mel é um produto natural utilizado pelo Homem desde os tempos mais remotos, sendo o seu aproveitamento visto, atualmente, como uma possível alternativa no fabrico de novos produtos.


Trás-os-Montes é uma das regiões do país com maior produção de mel. No entanto, tem havido dificuldade em escoar a produção de mel devido à concorrência nacional e internacional.
A apicultura poderá ser uma das grandes apostas da agricultura transmontana, sendo uma oportunidade de aproveitamento da potencialidade natural do meio ambiente e da sua capacidade produtiva.


O mel é importante para o equilíbrio do organismo, pois contém glicose e frutose que o tornam um produto altamente energético. Pode ser utilizado como alimento, adoçante ou como medicamento. Adicionar mel à alimentação diária enriquece a qualidade de vida do ser humano, pois estimula e aumenta a resistência física, é levemente sedativo, auxiliando no combate a insónias, é cicatrizante, antissético, digestivo e laxativo, ajudando no tratamento de gastrites; expetorante, combatendo a tosse, inclusivamente a dos fumadores.


Como todos sabemos, o mel é produzido pelas abelhas, que retiram o néctar das flores e o transformam, através de um processo químico natural, em mel. Como as flores são de diferentes cores e constituições, originam mel de diferentes sabores e tonalidades.


O mel claro tem sabor suave, sendo que o mel escuro tem um sabor mais forte e também apresenta um maior conteúdo de antioxidantes e minerais como o ferro, o fósforo e o potássio.


Estas são algumas das características que tornam o mel tão importante!

Mel da Flor de Rosmaninho de Montesinho.

Ana Cláudia Martins (Instituto Politécnico de Bragança) - 2012-12-12 12:06:16