Os probióticos fazem parte do grupo dos nutracêuticos.

O termo probiótico (que significa “pela vida”) foi utilizado pela primeira vez em 1965, como menção às substâncias segregadas por um microrganismo capazes de estimular o desenvolvimento de outro.

Das bactérias que existem naturalmente no nosso intestino, grande parte delas ajudam na digestão e protegem o revestimento intestinal. Estas bactérias benéficas, designadas de probióticos, estimulam o sistema imunitário, promovem a digestão da lactose em indivíduos intolerantes à lactose, diminuem a concentração dos ácidos lático e acético, aliviam a constipação, aumentam a absorção de minerais e vitaminas e ajudam a controlar os microrganismos inconvenientes, efetuando competições, ou produzindo substâncias que inibem o crescimento de outros organismos.

Têm ação hipocolesterolémica; anticarcinogénica e modulação imunitária.

São também conhecidos como bioterapêuticos, bioprofiláticos e bioprotetores.