O parasita Varroa destructor alimenta-se da hemolinfa das abelhas, nos seus vários estágios de desenvolvimento, o que as torna mais fracas, sendo uma porta de entrada para outras doenças.

A varroa utiliza os seus hospedeiros adultos para se propagar para outros locais. O homem também contribui para a sua disseminação ao mudar os enxames contaminados de local. É uma doença que afeta as colmeias europeias, colocando em causa as suas produções.