Por aromatizante sintético entende-se aquele que não é produzido naturalmente, sendo produzido em laboratório.

Podem ser aditivos alimentares que conferem, suplementam ou modificam o sabor dos alimentos. Usados normalmente em sabonetes, gel de banho, cremes, champôs ou outro tipo de cosméticos, para dar a essência a árvores, a chás, a chocolate, a pudins, como por exemplo creme de mãos de mel, sabonete com essência de pastilha elástica.

Por exemplo, alguns ésteres de baixa massa molecular têm odores característicos dos frutos. O butanoato de butilo é um composto com o aroma do ananás. Da mesma forma, o valerato de isoanilo tem o aroma da maçã.