Sim. A formação completa do feto, que acontece cerca do vigésimo mês de gestação, permite que o seu aparelho auditivo esteja apto a ouvir e distinguir, quer diferentes sons musicais, quer outras fontes sonoras, como a voz materna. O feto reage mesmo às diferenças tímbricas de vozes e sons.