Há fortes indícios de que este género musical existe em praticamente todo o mundo, desde a antiguidade. Isto deve-se ao facto de os cuidados maternais implicarem um conjunto de atitudes e sentimentos considerados universalmente como momentos muito próprios, quase únicos, do contato entre a mãe e o seu bebé. Assim, cantar Canções de Embalar inscreve-se na singularidade desses momentos propiciadores do estabelecimento da ligação entre a mãe e a criança e que são comuns em todo o mundo.