Atitude e comportamento… significam a mesma coisa?

Atitudes e comportamentos são conceitos muito estudados na área das ciências sociais, em particular na psicologia.


Mas, será que significam o mesmo? Não.


As atitudes não são observáveis e os comportamentos são. Por outras palavras, a atitude é uma predisposição para a ação, logo, pode levar a um comportamento.


Podemos ter atitudes negativas e positivas, assim como, podemos ter comportamentos positivos e negativos. Mas, uma atitude positiva não significa, necessariamente, que tenhamos um comportamento positivo.


Por exemplo:
Podemos ter uma atitude positiva em relação ao consumo de água. Isto é, sabemos que devemos poupar este recurso porque ele é escasso e sabemos ainda que Bragança, ciclicamente, atravessa períodos prolongados de ausência de chuva que poderão vir a limitar a quantidade de água que sai das nossas torneiras. No entanto, na hora de tomarmos o nosso banho diário, em vez do aconselhável duche de cinco minutos, demoramos cerca de 15 minutos, sempre com a água do chuveiro a correr. Logo, estamo-nos a comportar de forma negativa.
Neste caso, uma atitude positiva (ou seja, sabermos que devemos usar a água de forma racional), afinal, não corresponde a um comportamento positivo, antes pelo contrário (gastamos água descontrolada e desnecessariamente).


Desde muito cedo, vamos produzindo as nossas atitudes que se refletem, ou não, nos nossos comportamentos. As crianças vão construindo as suas crenças desde a infância, a partir da informação que recebem e das observações que fazem. As atitudes aparecem mais tarde, quando as crenças já estão adquiridas. Vêm acompanhadas de elementos emotivos que criam sentimentos positivos ou negativos face a objetos, situações ou pessoas. E, como a atitude é uma orientação para a ação, pode efetivamente condicionar o nosso comportamento.


Então, perguntamo-nos:
Muitos de nós temos a convicção de que devemos separar os resíduos e colocá-los no ecoponto, para que possam ser devidamente encaminhados para as indústrias recicladoras. Temos, em relação a este assunto, uma atitude positiva. Mas, porque é que há pessoas que não se comportam de forma coerente com a sua atitude? De facto, atitudes e comportamentos não significam a mesma coisa…


Estas mudanças não ocorrem “da noite para o dia”. Demoram tempo. Aqui a escola adquire um papel fundamental, pois vai capacitando os alunos a assumir novas atitudes que se poderão repercutir, mais tarde, em comportamentos positivos.

Márcia Moreno (Centro Ciência Viva de Bragança) - 2012-07-12 10:36:37