Quando um corpo é colocado dentro de água fica sujeito à ação de duas forças: o seu peso e a força que a água exerce nele, designada por impulsão. Quando o corpo flutua é sinal que a impulsão é superior ao seu peso, o corpo é menos denso do que a água. O corpo afunda quando o seu peso é superior à impulsão, neste caso o corpo é mais denso do que a água.

Esta explicação baseia-se no famoso Princípio de Arquimedes:

“Todo o corpo mergulhado num fluido sofre da parte desse fluido uma força vertical, de baixo para cima, igual ao peso do volume de fluido deslocado pelo corpo.”

Conta-se que, por volta do séc. III a.C., o físico e matemático grego Arquimedes ficou tão entusiasmado com a sua nova descoberta que saltou da banheira e saiu para a rua, completamente nu, a gritar “Eureka” (“Encontrei”)!