Uma estrela é um corpo luminoso, massivo, de formato esférico, constituído essencialmente por plasma. A energia que cada estrela gera é imensa, resultante de reações termonucleares de fusão, que transformam hidrogénio em hélio. Quando não obscurecidas por nebulosidade ou outros fenómenos, muitas estrelas são vistas da Terra durante a noite como pontos luminosos, devido à enorme distância que as separa de nós. A longevidade de uma estrela depende apenas da massa que contém. Assim, uma estrela do tamanho do nosso Sol vive cerca de 10 000 000 000 de anos, enquanto que uma estrela 10 vezes maior viverá apenas 100 000 000 de anos. Por outro lado, a luz viaja no vácuo do espaço, a uma velocidade aproximada de 300 000 km por segundo. Dado que o Sol se encontra a cerca de 150 000 000 km da Terra, a luz que nos chega demora cerca de 8 minutos a fazer o percurso entre estes dois astros.

Uma estrela que esteja a uma distância tão grande, poderá a sua luz demorar mais tempo a percorrer este espaço do que a sua longevidade e, por tal, não mais existirá, apesar de ainda vermos a sua luz.