O Meridiano de Greenwich foi adotado em 1884 como meridiano principal, a partir do qual se começou a medir a longitude, tendo todos os lugares localizados nesse meridiano a longitude de 0 graus e todos os que ficam para este terão longitude Este (E) e todos os que ficam para oeste terão longitude Oeste (W). Logo, a longitude varia entre 180° E e 180° W.

Os fusos horários assentam nos valores das longitudes dos lugares, sendo estipulado que cada fuso horário tem 15º de longitude e corresponde a uma hora. O planeta Terra tem a forma de um geoide, com circunferência de 360°, com uma revolução completa a cada 24 horas, devido ao seu movimento de rotação que dura um dia. Assim sendo, a terra para percorrer 15º de longitude demora 1 hora. Ora se os fusos são determinados pelo meridiano 0, onde fica Greenwich, próximo de Londres, de quinze em quinze graus para este, os fusos são numerados positivamente de um a doze (1 a 12) e de quinze em quinze graus para oeste, os fusos são numerados negativamente de menos um a menos doze (-1 a -12).

Para saber o horário de algum lugar é necessário conhecer o meridiano que passa por esse lugar e qual a sua posição relativamente ao meridiano de Greenwich, se fica a este ou a oeste. Faz-se a diferença entre o número do fuso maior e do fuso menor e essa é a diferença de horas entre os dois lugares.

Para saber a hora certa desse lugar a este resultado deve - se somar ou subtrair a hora do local onde estamos, conforme esse lugar ficar, respetivamente, a este ou a oeste de onde nos encontramos. Exemplo: Qual a hora em Espanha?

- Portugal fica no fuso zero (fuso do meridiano de Greenwich);

- Espanha fica no fuso 1 (fuso a este do meridiano de Greenwich);

Logo: 1-0=1. Como 1 hora corresponde a 1 fuso e como Espanha fica a este de Portugal, se em Portugal forem 10h, em Espanha serão 11h.

No entanto, há exceções: países geograficamente muito grandes, como a Índia e a China, adotaram apenas um fuso horário, enquanto os Estados Unidos e a Rússia têm vários. As questões políticas sobrepõem-se nestes e outros casos, às questões astronómicas.

Saiba mais em:

http://www.timeanddate.com/worldclock/

http://www.worldtimezone.com/