Os geckos são uma espécie de lagartos de entre os mais coloridos do mundo. Esta espécie pode libertar-se voluntariamente da cauda em momentos de stress, permitindo-lhe ganhar agilidade, por exemplo, para fugir de um predador. Este fenómeno designa-se por autonomia caudal. A cauda volta a crescer novamente por regeneração celular, adquirindo o seu aspeto normal em poucas semanas.

Contudo, a principal característica destes lagartos é o facto de possuírem patas que se encontram recobertas por pelos microscópicos, de diâmetro aproximado de 5 micrómetros. Cada milímetro quadrado da pata de um gecko possuiu cerca de 14000 destes pelos que se ramificam, por sua vez, em milhares de estruturas nanométricas. Como referência, os pelos de um gecko adulto são capazes de suportar um peso de aproximadamente 130 Kg. Este efeito de adesão, que lhes permite caminhar na vertical e suspender-se no teto sem cair, suscita bastante interesse científico e é atualmente estudado por várias equipas de cientistas por todo o mundo.