Há cerca de 4 mil Ma. a Terra reuniu um conjunto de condições naturais que favoreceram o aparecimento da vida.

Acontecimentos singulares, tais como erupções vulcânicas, radiações ultravioletas e descargas elétricas sobre a atmosfera primitiva originaram compostos químicos orgânicos que se acumularam em mares primitivos. Foi na água que, a partir da evolução dos compostos químicos, surgiram as primeiras formas de vida. Os primeiros seres a aparecer foram os procariontes, formas de vida unicelulares que continham DNA, uma das moléculas fundamentais da vida. Esses seres evoluíram para formas de vida mais complexas e pluricelulares, os eucariontes.

A existência atual de uma elevada biodiversidade deve-se à reunião de condições ideais do nosso planeta, como a temperatura, oxigénio atmosférico, água no estado líquido e a camada de ozono.