Os endemismos ocorrem e resultam da evolução de uma população que geralmente fica isolada do resto da sua espécie. O isolamento pode resultar de vários factores, entre eles pela fragmentação do seu habitat. A população que fica isolada do resto da sua espécie continua a reproduzir-se e a evoluir separadamente, originando assim uma outra espécie. Os endemismos surgem tanto em animais como em plantas, sendo mais frequentes em espécies com mobilidade reduzida.