Os agentes de luta biológica são organismos auxiliares utilizados no combate a pragas (insetos, ácaros, vertebrados), a fitopatogénios (fungos, bactérias, vírus e nematodes) e a infestantes. Segundo a natureza do inimigo a combater e o seu modo de atuação, os agentes de luta biológica são classificados em predadores, parasitóides, antagonistas, competidores, herbívoros, mico-herbicidas e bio-herbicidas. A sua função é manter as populações dos inimigos das culturas abaixo de níveis que causam prejuízos.