Para que serve a floresta?

Quantas vezes a floresta não é motivo de inspiração na pintura de quadros, quer na primavera, no verão, no outono ou no inverno?


Já reparou que todos os anos, no dia 21 de março, se celebra o Dia Mundial da Floresta? Neste dia em particular, em quase todas as escolas no nosso país, quer do pré-escolar, quer do 1º ciclo do ensino básico, as crianças plantam árvores!


Em 2011, celebrou-se o ano internacional das florestas, no âmbito do qual se desenvolveram diversas ações que visaram dar a conhecer a importância da floresta. Esta celebração é um sinal inequívoco da importância e valor da floresta.


Se perguntarmos às crianças para que servem as florestas, prontamente nos respondem que são geradoras de oxigénio, que são os pulmões do nosso planeta e que purificam o ar. Referem também que é de onde vem a madeira e o papel.


Devido à tendência para a diminuição dos combustíveis fósseis, a floresta é vista como fonte de biomassa para a produção de energia. No entanto, a floresta tem outras funções importantes. O conceito de floresta, nos dias de hoje, é muito mais vasto do que o que se refere ao típico sistema de produção, constituído apenas por uma ou duas espécies e destinado apenas a explorar a madeira. Ele engloba a floresta de conservação e o seu uso múltiplo.


De entre as diversas funções da floresta, podemos salientar algumas, que todos conhecemos, muitas vezes sem nelas pensarmos:
- é refúgio e local de alimento para alguns animais, grande parte deles, espécies que se podem caçar, ou seja cinegéticas;
- tem um efeito protetor do solo, evitando a erosão;
- fornece matéria orgânica ao solo, enriquecendo-o em nutrientes;
- retém a água no solo;
- é local de prática dos mais diversos tipos de atividades desportivas e recreativas;
- é uma fonte de matéria prima para vários tipos de indústrias;
- tem elevado valor paisagístico;
- é responsável pela retenção e armazenamento de carbono.



Podemos dizer que a floresta é uma riqueza natural, que desempenha funções a nível ambiental, económico, social e cultural, sendo um valor a preservar.


No entanto, embora todos sejamos conscientes do papel da floresta, muitas vezes atentamos contra ela, das mais diversas formas. Todos os verãos ardem hectares de floresta, em incêndios, muitas vezes de difícil combate. As causas podem ser várias, mas em todas o Homem tem responsabilidades!


No nosso país, existe legislação relativa aos cuidados e à proteção da floresta, dirigida quer aos proprietários de espaços florestais, quer ao vulgar cidadão. Na época normal de fogos surgem vários apelos nos media aos quais devemos estar atentos, pois eles alertam-nos sobre os cuidados a ter com a floresta. Sabia que caso detete um incêndio, é seu dever comunicá-lo às entidades competentes?

Arquivo Ciência Viva de Bragança

Arquivo Ciência Viva de Bragança

Clotilde Nogueira (Centro Ciência Viva de Bragança) - 2012-07-20 14:49:51