Própolis: o poderoso medicamento das abelhas!

Ao longo da história, o Homem apreendeu a explorar a natureza para fins medicinais. Um dos muitos produtos naturais utilizado pela humanidade durante séculos é a própolis, a qual é administrada sob diversas formas.
A própolis é uma substância resinosa recolhida pelas abelhas a partir de diferentes tipos de secreções de plantas e depois sujeita a adições de cera e pólen.


A complexa composição deste produto depende da diversidade da flora envolvente ao apiário, do clima e da sua origem geográfica. Entre as diversas substâncias que compõem este produto da colmeia podem-se encontrar uma grande variedade de compostos fenólicos, como os flavonoides ou ácidos fenólicos, mas também outras substâncias como os óleos essenciais e os aminoácidos.


A própolis possui diversas propriedades biológicas e terapêuticas, sendo utilizada na prevenção e tratamento de feridas, infeções da via oral, como antifúngico, cicatrizante e antioxidante.


Os compostos fenólicos, constituintes maioritários da própolis, como apresentam um elevado poder antioxidante, têm um papel importante na saúde humana, na prevenção de diferentes doenças, como o cancro, doenças inflamatórias, degenerações neurológicas, doenças coronárias, envelhecimento, entre outras. Possuem também a capacidade para promover a resistência natural do organismo a infeções, contribuindo para baixar a pressão arterial e os níveis de colesterol.


A própolis, quando aplicada externamente, atua em vários tipos de dermatite. Pode ser utilizada a nível dermatológico no tratamento de queimaduras, regeneração de tecidos, comichão, ardor e herpes e a nível odontológico em cremes dentais para prevenir cáries, tratar gengivites e estomatite. A sua aplicação na cosmética, como componente de cremes de rosto, pomadas e loções é outra das utilizações crescentes deste produto.

Ana Cláudia Martins, Miguel Vilas Boas (Instituto Politécnico de Bragança) - 2013-06-19 12:11:51