Estudos científicos indicam que beber regularmente café pode reduzir o risco de algumas doenças, tais como a diabetes, doenças crónicas do fígado, doença de Alzheimer e desenvolvimento de determinados cancros.

No entanto, o consumo de cafeína poderá influenciar o aparecimento de azia, insónias e, em mulheres grávidas, poderá aumentar o risco de aborto espontâneo. Em pessoas idosas poderá aumentar o risco de osteoporose pois reduz a absorção de cálcio.

Atualmente, considera-se que a ingestão de duas a três chávenas de café por dia (200-300mg de cafeína) poderá ser benéfico para a saúde.