Veículos Elétricos

O que são os veículos elétricos? A denominação de veículos elétricos surge através da sua força motriz que é proveniente de um ou mais motores elétricos, ao contrário dos veículos convencionais com motores de combustão (que convertem diretamente energia química dos combustíveis em energia mecânica).


Os motores elétricos produzem energia mecânica a partir de energia elétrica, que é armazenada em baterias. A grande limitação à generalização dos veículos elétricos em detrimento dos veículos convencionais é a sua autonomia, que é muito inferior. Isto deve-se à baixa densidade de energia que é possível reter no volume de baterias comportável num veículo, quando comparada com a densidade de energia dos combustíveis fósseis.


Existem ainda os veículos híbridos, que como o próprio nome indica, são veículos que combinam as duas tecnologias baseadas em motores de combustão e motores elétricos, com uma autonomia similar aos veículos convencionais. Estes veículos permitem reduzir o consumo de combustíveis fósseis, privilegiando, sempre que disponível, a energia armazenada nas baterias.


Há algumas décadas que os veículos elétricos são apresentados como uma solução sustentável face às alterações climatéricas iminentes e à imperiosa redução da dependência dos combustíveis fósseis. Serão os veículos elétricos realmente “amigos do ambiente”? Quer se trate de veículos convencionais, veículos elétricos e/ou híbridos, os maiores danos para o ambiente surgem no fabrico e/ou abate do veículo e não com a sua utilização em modo de condução.


As baterias usam materiais como o lítio, o cobre e o níquel que são obtidos a partir do seu estado natural por processos que produzem geralmente resíduos tóxicos. As baterias utilizadas nos veículos elétricos representam tipicamente 1/3 do peso do veículo, o que tem que ser compensado com a utilização de outros materiais leves, de forma a que o peso total do veículo seja plausível. Estes materiais, ligas de carbono e alumínio, por exemplo, são caracterizados por uma produção e processamento que envolvem elevados consumos de energia.Por sua vez, os motores elétricos utilizam geralmente ímanes permanentes de terras raras, cuja procura excede drasticamente a produção atual, o que tem vindo a inflacionar os preços dos dispositivos em que são empregues. Neste cenário, a viabilidade económica e a sustentabilidade ambiental dos veículos elétricos estão comprometidas. Contudo, a indústria de veículos elétricos está em crescimento e, com mais opções disponíveis para os consumidores, começa a ganhar terreno no mercado automóvel.

ECO Buggie IPB. Veículo elétrico com um motor de ímanes permanentes de 13 kW e bateria de iões de lítio, desenvolvido no Instituto Politécnico de Brag

Ângela Ferreira (Instituto Politécnico de Bragança) - 2013-10-09 11:26:38